• Magictour

União Europeia retira EUA da lista de países seguros e recomenda restrições de entrada para turistas

O Conselho Europeu anunciou que decidiu remover os Estados Unidos da lista de destinos de viagens seguras para os cidadãos do continente. Com isso, viagens não essenciais para a UE de países fora dessa lista estão sujeitas a restrições temporárias.


São consideradas viagens essenciais aquelas feitas por motivos familiares, profissionais, acadêmicos, humanitários, de saúde, de retorno para o país de residência ou em serviço oficial dos governos envolvidos.

Os passageiros devem passar por controles mais rígidos, como exames de COVID-19 feitos até 48 horas antes do desembarque e quarentena. Para os totalmente vacinados, as regras continuam as mesmas e será necessário apresentar apenas o comprovante de imunização completa.

Junto dos Estados Unidos, outras nações também receberam novas restrições de entrada na UE. São elas:

  • Israel;

  • Kosovo;

  • Líbano;

  • Macedônia do Norte;

  • Montenegro.

Novas restrições da União Europeia

Para reabrir à uma nação, a União Europeia leva em conta dois pontos (número de casos atuais com o vírus e reciprocidade, ou seja, se cidadãos do bloco podem entrar no país). Por ambos os pontos, os EUA não atingiram os quesitos aceitos.

O número de casos subiu para mais de 150.000 por dia – e a perspectiva é que aumente ainda mais ao passar das semanas. E, junto disso, há o fato de que os Estados Unidos também não estão abertos para cidadãos da União Europeia.


Fonte: Passageiro de Primeira

BLOG

MAGICTOUR