• Magictour

Mais de 100 países estão abertos para turistas brasileiros; veja lista

IMPORTANTE: Todas as informações, podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Atualizado em 06 de novembro, às 22h54.

Importantes destinos internacionais como os Estados Unidos e os países europeus do Espaço Schengen mantêm suas fronteiras fechadas para brasileiros que voam diretamente do País sem cumprir isolamento. E outros, como o Uruguai, garantem que ainda ficarão fechados por um bom tempo (pelo menos todo o verão).

No entanto, já existe uma série de nações que aceitam o desembarque direto de brasileiros em voos saindo daqui, ou ao menos já têm datas definidas para retomarem os serviços.

Veja a lista da Schultz Vistos solicitada pelo Portal PANROTAS, com aberturas e outras informações como visto e exigências. Vale ressaltar que a reportagem atualizará as informações assim que novidades surgirem, pois em tempos de covid-19, tudo muda muito rapidamente. Portanto, antes de fazer a reserva, consulte empresas aéreas e sites dos destinos, além da Schultz Vistos, para confirmar se houve qualquer alteração.




AFEGANISTÃO - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: Brasileiro precisa de visto

Exigências: Uso de máscaras em locais públicos; Poliomielite - Certificado Internacional de Vacinação obrigatório (CIVP).


ALBÂNIA - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: Brasileiro não precisa de visto

Exigências: Uso de máscaras em locais públicos; Os exames de saúde podem ser realizados nos portos de entrada; Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.




ANGUILLA - Fronteira aberta para Brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto até três meses

Exigências:

- Os passageiros devem preencher um "Pedido de entrada" antes da partida em https://ivisitanguilla.com/, imprimir a confirmação e apresentar na chegada.

- Os passageiros devem ter um atestado médico com resultado negativo no teste PCR do Coronavirus (COVID-19), emitido no máximo 5 dias antes da chegada.

- Devem possuir um seguro saúde que cubra todas as despesas com coronavírus (COVID-19).

- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela

OBS: Os passageiros estão sujeitos a um teste de PCR do coronavírus (COVID-19) na chegada e 10 dias após sua entrada.


ANTIGUA e BARBUDA - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: Brasileiro não precisa de visto por até 180 dias.

Exigências: Os passageiros devem ter um certificado médico com um resultado negativo do teste de coronavírus, que deve ter sido realizado no máximo sete dias antes da partida; Um Formulário de Declaração de Saúde preenchido deve ser apresentado às Autoridades Sanitárias Portuárias na chegada; Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


ARGENTINA - Fronteira prevista reabrir a partir do dia 08/NOV/2020

Visto: Brasileiro não precisa de visto por até 90 dias.

Exigências: Atestado médico com resultado negativo do teste para coronavírus emitido no máximo 72 horas antes da chegada; Seguro médico com cobertura de custos de tratamento do coronavírus; Recomendado o Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


ARMÊNIA - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto por até 180 dias.

Exigências: Quarentena de 14 dias ou apresentar teste negativo para covid-19.


ARUBA - O país caribenho abre para brasileiros a partir de 1º de dezembro

Visto: brasileiro não precisa de visto


BAHAMAS - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto por até 90 dias.

Exigências: Passageiros que chegam às Bahamas: - estão sujeitos a quarentena em um hotel por 14 dias; e

- estão sujeitos ao teste de antígeno coronavirus (COVID-19);

- deve apresentar um pedido aprovado de "Visto de Saúde das Bahamas" no check-in e na chegada obtido em www.travel.gov.bs antes da partida.

Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste RT-PCR coronavírus negativo (COVID-19). O teste deve ter sido feito no máximo 5 dias antes da partida.


BARBADOS - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Passageiros provenientes de países com alto número de casos deverão apresentar teste PCR negativo para Covid-19 dentro de 72 horas antes da partida ao país. Quem não tiver feito antes será obrigado a fazê-lo assim que chegar, permanecendo de quarentena no hotel até o resultado sair.


BELARUS (Bielorussia) - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto por até seis meses.

Exigências: Um questionário de conscientização preenchido deve ser apresentado na chegada.

Os passageiros estão sujeitos à quarentena por 14 dias. Apresentar um teste PCR negativo para covid-19 emitido em até 72h antes da chegada é “recomendável”, mas não obrigatório


BELIZE - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto Belize

Exigências: Baixar o aplicativo Belize Health Travel App e gerar um QR Code para apresentar na chegada. Teste PCR negativo para Covid-19 feito até 72h antes da data da viagem. Somente são aceitas reservas em hotéis pré-selecionados.


BENIN - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Os passageiros estão sujeitos ao teste DE PCR coronavirus na chegada, às suas próprias custas.

Um formulário de inscrição on-line deve ser preenchido em http://centresurveillancesanitaire.com antes da partida.

Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


BERMUDAS - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto por até 90 dias.

Exigências: Apresentar teste PCR negativo para covid-19 feito até 72h antes da partida. Os visitantes também precisarão preencher um formulário de autorização de viagem e pagar US$ 75 de taxa, sujeitos a checagem de temperatura no aeroporto e quarentena. Os visitantes serão testados durante o período que estiverem na ilha e serão solicitados a medir a temperatura e reportá-la online duas vezes por dia. Todos os passageiros devem instalar o aplicativo Belize Health Travel.


BIELORRÚSIA (BELARUS) - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um certificado médico impresso com um resultado negativo do teste de PCR do

coronavirus emitido no máximo 72 horas antes da chegada, sendo que deve ser em bielorrusso, inglês ou russo; Devem possuir um seguro viagem para cobrir despesas médicas na Bielorrússia; Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


BOLÍVIA - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Teste PCR negativo para covid-19 emitido em até 7 dias antes da chegada, endossado pela representação consular boliviana; Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


BÓSNIA e HERZEGOVINA - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 emitido em até 48h antes da chegada; Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


BUTÃO - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena por 21 dias.

Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste RT-PCR coronavírus negativo. O teste deve ter sido feito no máximo 72 horas antes da partida; Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional


BURKINA FASO - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro PRECISA de visto.

Exigências: Passageiros e tripulantes da companhia aérea devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR coronavirus negativo emitido no máximo 5 dias antes da chegada.

Passageiros e tripulantes de companhias aéreas sem atestado médico com um resultado negativo do teste por coronavirus estão sujeitos a triagem médica às suas próprias custas.

Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional


CAMBOJA - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 obtido até 72 horas antes do embarque e seguro saúde de pelo menos US$ 50.000. Depósito de US$ 2.000 caso seja necessário tratamento médico e outras taxas extras. Caso alguém no voo esteja contaminado, os demais passageiros serão obrigados a ficar de quarentena por 14 dias..


CHADE - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: O viajante precisa entregar o passaporte na chegada, fazer quarentena de 7 dias e refazer um teste de coronavírus no sétimo dia. O passaporte será devolvidos quando o viajante comprovar que fez o teste do coronavírus no sétimo dia.

Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


COLÔMBIA - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Não há mais exigência de teste negativo de covid-19 para visitantes internacionais. Os requisitos prévios aos voos são, em primeira medida, não apresentar febre ou sintomas respiratórios associados à covid-19 e a apresentação do formulário migratório Check-Mig


COMOROS, ILHAS - Fronteira aberta para brasileiros.

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 obtido até 72 horas antes da chegada ao país, em francês.


CONGO (BRAZZAVILLE) - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Passageiros sem atestado médico com resultado negativo do teste Coronavirus (COVID-19) estão sujeitos a um teste na chegada e quarentena às suas próprias custas.

Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional


CONGO (KINSHASA) - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo. O teste deve ter sido feito no máximo 7 dias antes da chegada.

Necessário Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional


COREIA DO SUL - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Os passageiros estão sujeitos à quarentena por 14 dias e a um teste pcr para Coronavirus (COVID-19) dentro de 3 dias após a chegada.

Isso não se aplica aos passageiros com um Certificado de Isenção de Isolamento emitido por uma Embaixada ou Consulado coreano antes da partida. Eles devem ser testados no Coronavirus (COVID-19) na chegada e permanecer em instalações de quarentena designadas por 1 ou 2 dias até que um resultado negativo do teste seja obtido.

Os voos devem chegar ao Aeroporto Internacional de Incheon (ICN) entre 5:00 e 20:00.

Um Formulário de Declaração de Saúde preenchido e um Formulário especial de Declaração de Quarentena devem ser apresentados ao balcão de quarentena no momento da chegada.


COSTA DO MARFIM - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19). O teste deve ter sido feito no máximo 7 dias antes da chegada a partir da data da coleta da amostra.

Um "Formulário de Declaração de Saúde" preenchido deve ser apresentado antes da partida em https://deplacement-aerien.gouv.ci

Necessário Certificado de Vacina de Febre Amarela Internacional.


COSTA RICA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Os passageiros que viajam como turistas devem preencher um "Pase de Salud", que pode ser encontrado

em https://salud.go.cr/; Devem ter um seguro de viagem com cobertura de custos de tratamento e acomodação do Coronavírus

(COVID-19); Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


CROÁCIA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Os passageiros podem estar sujeitos a triagem médica e auto-isolamento por 14 dias.

Uma lista de isenções de isolamento próprio pode ser encontrada em https://www.koronavirus.hr/recommendations-and-instructions-for-crossing-the-state-border/736 .

Os passageiros que viajam como turista devem ter a confirmação da reserva de acomodação.

Os passageiros que viajam a negócios devem ter uma carta convite para uma reunião de negócios de uma empresa na Croácia.

Um "Enter Croatia Form" completo deve ser apresentado no momento da chegada. O formulário pode ser enviado on-line antes da partida em https://entercroatia.mup.hr/ .


CUBA - Fronteira parcialmente aberta para brasileiros (apenas algumas cidades estão abertas)

Visto: brasileiro PRECISA de visto (Tarjeta)

Exigências: Viajantes assintomáticos não precisam fazer quarentena. Testes para a detecção de Covid-19 são oferecidos sem custos na chegada ao aeroporto; Uma Declaração de Saúde completa; Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela.


DIJBOUTI (JIBUTI) - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro precisa de visto (pode obter na chegada)

Exigências:

- Todos os passageiros estão sujeitos a triagem médica e quarentena às suas próprias custas.

- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela


DOMINICA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Passageiros e tripulantes da companhia aérea que chegam a Dominica: - devem apresentar uma autorização de viagem obtida antes da partida em http://domcovid19.dominica.gov.dm/ ; e - deve ter um atestado médico com um resultado de teste pcr coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 72 horas antes da chegada; e - estão sujeitos à triagem médica e quarentena.


DUBAI (Emirados Árabes Unidos) - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Os passageiros que viajam como turistas que chegam a Dubai (DXB) devem ter seguro de saúde.

Os passageiros que chegam a Dubai (DXB): - estão sujeitos à triagem médica, e - devem apresentar um formulário de saúde de autodeclaração preenchido, e - devem baixar e registrar o COVID-19 DXB Smart App.

Qualquer um que testar positivo para o coronavírus terá de ser isolado em uma instalação por 14 dias às suas próprias custas. Os visitantes estão sujeitos a um novo teste na chegada; Também é necessário apresentar seguro de saúde.


EGITO - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Apresentar teste PCR negativo para Covid-19 emitido com 72h de antecedência, além do preenchimento do “Cartão de Saúde Pública” na chegada; Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela Internacional.


EL SALVADOR - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico impresso com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo. O resultado do teste deve ter sido emitido no máximo 72 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque.

Necessário da Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional


EQUADOR - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 e quarentena. Uma "Declaração de salud del viajero" concluída deve ser apresentada na chegada. Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela Internacional.


ESLOVÁQUIA (Slovakia) - Fronteira liberada para brasileiros

Visto: Brasileiro isento de visto até 90 dias

Exigências:

- Os passageiros devem preencher o formulário 'Passageiro de Saúde Pública' antes da partida em https://www.mindop.sk/covid/

OBS: 1. Passageiros que não chegam da Austrália, Áustria, Bulgária, Canadá, China (Representante do Povo), Taipei chinês, Chipre, Dinamarca, Estônia, Finlândia, Alemanha, Grécia, Hong Kong (SAR China), Hungria, Islândia, Irlanda (Rep.), Itália, Japão, Coreia (Rep.), Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Macau (SAR China), Mônaco, Nova Zelândia, Noruega, Polônia, San Marino, Eslovênia, Suécia, Suíça, Reino Unido ou Cidade do Vaticano (Santa Veja) devem se registrar on-line em https://korona.gov.sk/ehranica/

OBS: Os passageiros estão sujeitos à quarentena por 10 dias. Uma lista de isenções de quarentena pode ser encontrada em https://www.mzv.sk/web/en/covid-19 ou http://www.uvzsr.sk/ .


ESLOVÊNIA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro isento de visto até 90 dias

Exigências: Passageiros sem atestado médico com resultado negativo do teste Coronavirus (COVID-19) emitidos no máximo 48 horas antes da chegada podem ficar sujeitos à quarentena por 10 dias; detalhes podem ser encontrados em https://www.gov.si/en/topics/coronavirus-disease-covid-19/border-crossing/


ETIÓPIA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto. Os e-visas podem ser obtidos antes da partida em https://www.evisa.gov.et/ .

Cidadãos brasileiros com passaporte normal viajando como turistas podem obter um visto na chegada a Adis Abeba (ADD).

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo. O teste deve ter sido feito no máximo 120 horas (5 dias) antes da chegada.

Isso não se aplica a passageiros menores de 12 anos. Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela Internacional.


GABÃO - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 5 dias antes da partida do primeiro ponto de embarque.

Os passageiros estão sujeitos ao isolamento por 14 dias.

Os e-visas podem ser obtidos antes da partida em https://evisa.dgdi.ga . Os passageiros devem ter uma confirmação impressa do visto eletrônico.


GAMBIA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19) emitido no máximo 72 horas antes da partida.

Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional


GANA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro PRECISA de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 72 horas antes da partida do primeiro ponto de embarque.

Os passageiros estão sujeitos ao teste DE PCR Coronavirus (COVID-19) na chegada às suas próprias custas. Eles devem ter uma confirmação de pagamento feita no seguinte site: https://myfrontierhealthcare.com/Home/Ghana

Os passageiros devem preencher um Formulário de Declaração de Saúde Portuária em https://www.ghs-hdf.org/hdf/ antes da partida. Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela Internacional.


GRÉCIA - Devido à segunda onda de covid-19 na Europa, sem previsão de abertura.


GRENADA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Os passageiros que chegam a Granada: - devem apresentar um Formulário de Declaração de Saúde preenchido on-line antes da partida em https://covid19.gov.gd/ ; e

- estão sujeitos à triagem médica na chegada; e

- poderia estar sujeito a quarentena; detalhes podem ser encontrados em https://covid19.gov.gd/ .

Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste PCR Coronavirus (COVID-19) negativo emitido no máximo 7 dias antes da chegada. Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela Internacional.


GUATEMALA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não precisa de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um PCR coronavírus negativo (COVID-19) ou resultado de teste de antígeno emitido no máximo 72 horas antes da partida.

Os passageiros devem preencher um formulário de Passe de Saúde antes da partida em https://servicios.igm.gob.gt/pasedesalud/. Isso gerará um código QR que deve ser apresentado na chegada. Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela Internacional.


GUIANA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: brasileiro não necessita de visto

Exigências: Os passageiros devem ter um atestado médico com um resultado de teste coronavírus negativo (COVID-19).

Necessária Carteira de Vacina de Febre Amarela Internacional


GUIANA FRANCESA - Fronteira aberta para brasileiros

Visto: Brasileiro precisa de visto

Exigências:

- Um Certificado de Viagem Internacional preenchido através do site https://www.interieur.gouv.fr deve ser apresentado antes do embarque e na imigração na chegada ou em trânsito na Guiana Francesa.

- Os passageiros devem passar por um exame médico na chegada e estão sujeitos à quarentena por um período de 14 dias. Isso não se aplica a profissionais de saúde relacionados ao Coronavírus (Covid-19).

- Os visitantes são obrigados a possuir comprovativo de fundos suficientes para cobrir a sua estadia (pelo menos EUR 120.- por dia de estadia prevista).

- Obrigatório Certificado Internacional de Vacina de Febre Amarela

OBS: Apenas os vistos Schengen endossados "também válidos p