Magictour Lazer - Viagens & Turismo
 
 
 
 
 
 
NOTÍCIAS MAGICTOUR
 
07/08/2017

Entre janeiro e março deste ano, o número de brasileiros barrados na Europa cresceu 9,5%. Segundo relatório divulgado pela Agência de Fronteiras da Europa, a Frontex, a tentativa de entrada ilegal em países do continente chegou a um total de 923 cidadãos do Brasil – no mesmo período de 2016, o número foi de 843.

Em uma crise de contenção de imigrantes, a Europa atribui diversos fatores ao aumento da ação irregular, como desemprego e crise econômica. De todas as negações a brasileiros, todas foram atribuídas por tentativas de entrada pelos aeroportos, a maioria delas pela Espanha.

Neste quesito, o País só está atrás da Albânia, à frente de vizinhos como Colômbia e Venezuela e nações como China e Ucrânia. Em outras palavras, o Brasil é a nação sem fronteira direta com a Europa com o maior número de ações ilegais para adentrar no continente. Ao todo, 2.607 latino-americanos tentaram burlar a lei, apontou a Frontex.

Em todo o ano passado, um total de 3.694 brasileiros foram obrigados a voltar para casa após voarem para a Europa. Os dados do segundo trimestre ainda não foram lançados. A liderança das nacionalidades negadas neste primeiro semestre fica por conta de Ucrânia (8.509), Albânia (7.866) e Rússia (7.716).

Aos profissionais brasileiros vale alertar seus clientes para viajarem com a documentação completa: passagem de volta, seguro viagem para o Espaço Schengen, dinheiro e cartões de crédito, além das reservas durante a estada na Europa. Quanto mais prevenido, menos problemas o passageiro pode ter e cabe ao profissional orientá-lo da melhor forma.

 

Fonte: PANROTAS - 07/08/2017 14:36

 

 

 
 
31/07/2017

Mais uma companhia aérea vai deixar de voar para a Venezuela. Agora, a Delta Air Lines anunciou o fim das suas operações semanais para a capital do país, Caracas, a partir de setembro, segundo informou a Reuters.

“A Delta irá suspender o seu voo semanal entre Atlanta e Caracas, com o último voo programado para 16 de setembro de 2017. A Delta está em processo de contatar os clientes que fizeram reservas depois da data”, disse a porta-voz Elizabeth Wolf.

Iberia e Air France também anunciaram o cancelamento de voos a Caracas, embora apenas momentaneamente. Enquanto a aérea espanhola não operou no país apenas no domingo (29), a francesa estendeu a suspensão à próxima terça-feira (1).

CRISE
Em profunda crise política, a Venezuela um de seus piores momentos sob o governo de Nicolás Maduro, sucessor de Hugo Chávez.

Em meio a protestos e mortes e opositores e defensores do atual presidente, o país também vivencia um mau momento na aviação internacional. Na última semana, a Avianca Internacional anunciou a interrupção da conexão via Bogotá e Lima com o destino, juntando-se Gol, Latam, Tap, United, Air Canada e Lufthansa. No mês de maio, a transportadora estatal venezuelana Conviasa encerrou suas atividades por tempo indeterminado.

De acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo, a Iata, o governo venezuelano deve US$ 3,8 bilhões às companhias aéreas.

A Delta não emitiu um comunicado oficial sobre a decisão e ainda não se sabe até quando a ligação entre Estados Unidos e Venezuela se manterá descontinuada.

 

 

 

Fonte: PANROTAS - 31/07/2017 12:40

 
 
24/07/2017

A Casa da Moeda retomou, na manhã desta segunda-feira (24), a confecção de passaportes após o serviço ter ficado quase um mês suspenso por restrição orçamentária. A retomada da emissão do documento se dá três dias depois de a Polícia Federal (PF) ter recebido um crédito suplementar de R$ 102,3 milhões para voltar a produzir os passaportes. Em nota, a Casa da Moeda confirmou na sexta-feira (21) que já havia recebido os arquivos com os dados pessoais de quem solicitou o documento em meio ao período em que a emissão de passaportes estava interrompida.

 

No mesmo comunicado, o órgão responsável pela confecção dos passaportes afirmou ainda que vai trabalhar 24 horas por dia e sete dias por semana a partir de segunda-feira para regularizar o mais rápido possível a emissão do documento. A Casa da Moeda informou ainda que os custos extras para atender a todas as solicitações nos postos da PF durante os dias de suspensão serão bancadas pelo próprio órgão.

A confecção de passaportes estava suspensa desde 27 de junho, quando a PF anunciou que iria paralisar a emissão dos passaportes porque havia atingido o teto orçamentário desta rubrica previsto para 2017. A Polícia Federal explicou à época que a interrupção do serviço não se deu porque faltasse dinheiro, e sim porque a corporação havia atingido o limite do gasto autorizado na Lei Orçamentária da União para essa rubrica específica.

 

Com a retomada da confecção, a entrega dos passaportes seguirá a ordem cronológica das solicitações: quem fez o pedido primeiro, receberá primeiro. A estimativa de normalização é de aproximadamente cinco semanas e pode ser impactada pelo volume de novas solicitações. De acordo com a Polícia Federal, 175 mil pedidos de passaportes ficaram represados durante o período no qual a corporação deixou de emitir o documento. Nas últimas três semanas, apenas os agendamentos online e nos postos de atendimento funcionaram [...].

 

Fonte: G1

 
 
19/07/2017

A situação entre membros do sindicato United que trabalham na frota mista da British Airways continua indefinida, e deve seguir assim por pelo menos mais duas semanas. Isso porque os funcionários iniciaram, nesta quarta-feira (19), uma nova greve prevista para durar até o dia 1º de agosto, fato que obrigou a companhia britânica a recorrer à ajuda da parceira Qatar Airways, também membro da aliança Oneworld, mais uma vez.

 

A nova greve chega menos de uma semana após o fim da última, que durou 16 dias, e aconteceu pelo mesmo motivo: a retaliação da aérea para com os tripulantes que optaram pela paralisação. Entre as sanções estão a retirada de concessões de viagens e outros benefícios a esses funcionários.

 

Mesmo diante desse problema, a aérea britânica afirma que vai manter “praticamente todo o cronograma de voos”, mas já avisa que alterações poderão ser feitas, e os passageiros serão avisados o quanto antes. Os trechos de longa distância, com isso, deverão ser reduzidos e/ou operados pela Qatar.

 

A companhia árabe, por sua vez, deverá alinhar seu sistema com o da British para atender os viajantes da melhor forma possível. Segundo o jornal The Wharf, o governo britânico liberou o wet leasing(empréstimo de aeronave com tripulantes) de nove aviões da Qatar para a companhia parceira.

 

 

 

FONTE: PANROTAS - 19/07/2017 14:00

 
 
19/07/2017

A confecção de passaportes no Brasil deve voltar à normalidade até sexta-feira. A assinatura do presidente Michel Temer para sanção do projeto que autoriza crédito destinado a este fim era para ter saído ontem, mas acabou acontecendo hoje, pois dependia da liberação técnica do Ministério do Planejamento.

Entretanto, a pasta ainda precisará abrir o empenho dos recursos e autorizar o repasse ao Ministério da Justiça, que destinará a verba à Polícia Federal.

São R$ 102,3 milhões destinados à regularização dos passaportes, menos da metade do que foi solicitado pela Polícia Federal.

Com "orçamento insuficiente para as atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem", a Polícia Federal suspendeu a emissão de novos passaportes no dia 27 de junho. De acordo com a PF, o setor atingiu o limite de gastos previstos na Lei Orçamentária da União.

 

 

FONTE: PANROTAS - 19/07/2017 14:03

 
 
03/07/2017

Apesar de o governo ter solicitado dinheiro extra para regularizar a emissão de passaporte, o serviço deverá voltar somente após a aprovação do pedido pelo Congresso Nacional. A suplementação solicitada pelo governo federal à Lei Orçamentária Anual é de R$ 102,3 milhões para o Ministério da Justiça e Segurança Pública, ao qual a Polícia Federal (PF) está subordinada.

Na terça-feira (27), a PF suspendeu a confecção das cadernetas de passaportes para novas solicitações devido à insuficiência de orçamento.

Segundo o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, o crédito suplementar irá regularizar os pagamentos para fornecimento de passaportes. “Dada a urgência do tema houve um acordo com o presidente da Comissão Mista de Orçamento [senador Dário Berger (PMDB-SC)] para votar o PL ainda nesta semana”, informou.

QUEM RECEBE
Com a suspensão, apenas quem foi atendido nos postos de emissão e teve o atendimento completado até as 22h do dia 27 vai receber o documento normalmente. A previsão inicial de entrega é de seis dias úteis. Cerca de 8 mil passaportes são emitidos diariamente pela PF.

AGENDAMENTO
Os agendamentos e requisições estão mantidos, só que não há prazo para confecção e entrega do passaporte. Também estão na mesma situação aqueles que já pagaram a taxa, mas ainda não agendaram o atendimento presencial. Ou seja, todo o processo de pedido continua funcionando normalmente, mas quem não foi atendido nos postos até o dia 27, deve receber o documento com atraso.

EMERGÊNCIA
Até a regularização do orçamento, somente serão emitidos passaportes de emergências, permitidos em situações que não puderam ser previstas. Não fazem parte desse grupo situações criadas por descuido do próprio cidadão. São elas: catástrofes naturais; conflitos armados; necessidade de viagem imediata por motivo de saúde do requerente, do seu cônjuge ou parente até segundo grau; para a proteção do seu patrimônio (o que não inclui o mero prejuízo com passagens, hospedagem etc); por necessidade do trabalho; por motivo de ajuda humanitária; interesse da administração pública; ou outra situação emergencial que não se poderia prever, cujo adiamento da viagem possa acarretar grave transtorno ao requerente.

RENOVAÇÃO
A renovação de passaporte é obrigatória apenas para quem for viajar ao Exterior.

PREVISÃO DE ORÇAMENTO
Em nota, a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) informou que houve falha na previsão e no planejamento das verbas destinadas à confecção de passaportes. Segundo a Fenapef, em 2016, foram emitidos 2.234.406 de passaportes ao custo de R$ 257,25, totalizando R$ 578 milhões de arrecadação. “O resultado demonstra que o serviço é autossuficiente. Nesse sentido, a Fenapef acredita que é “injustificável” a interrupção do serviço de emissão de passaporte pela Polícia Federal”.

Já a Polícia Federal argumentou que, desde o início das discussões preparatórias para elaboração do orçamento de 2017, indicou que seriam necessários R$ 248 milhões para cobrir as despesas referentes às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem para o ano todo.

Entretanto, a Lei Orçamentária aprovada previu o limite financeiro de R$ 121 milhões para os serviços. “Desde o ano passado, até a presente data, a Polícia Federal está empenhada junto ao governo federal para que não haja descontinuidade do serviço”, disse a PF, em nota.

A PF informou que o valor arrecadado com a taxa para emissão da caderneta é direcionado à conta do Tesouro Nacional e não fica disponível à instituição.

A Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda informou que a arrecadação total das receitas de emissão de passaporte em 2017 já chegam a R$ 347,09 milhões. Segundo a secretaria, as receitas do serviço são recolhidas à Conta Única do Tesouro Nacional e contabilizadas de forma segregada para utilização pela Polícia Federal de acordo com a Lei Orçamentária Anual (LOA).

DEFESA DO CONSUMIDOR
Para o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a suspensão da emissão de novos passaportes é ilegal, uma vez que é um serviço público essencial assegurado pela Constituição Federal e pelo Código de Defesa do Consumidor.

O Idec orienta os consumidores a exigirem a emissão do passaporte pela Polícia Federal e disponibiliza um modelo de carta em seu site. Caso o consumidor não consiga emitir o passaporte a tempo de viajar, o instituto pede que entre em contato com a empresa aérea e solicite a alteração do voo ou o cancelamento da passagem, o que deve ser feito sem custo, segundo a entidade.

 

Fonte: Agência Brasil

 
 
28/06/2017

A British Airways está se preparando para uma longa greve de tripulantes baseados em Londres, que pretendem parar de trabalhar entre 1 e 16 de julho.

A razão inicial para a greve (faixas salariais) foi resolvida, mas agora os grevistas protestam contra retaliações que grevistas de outras ocasiões sofreram, segundo o porta-voz do sindicato Unite the Union, Alex Flynn. As sanções incluem retirada de concessões de viagens e outros benefícios. Como resultado, a Unite planeja levar 1,4 mil casos de empregados afetados para a justiça trabalhista do Reino Unido.

A British Airways disse hoje que, assim como em outras disputas com os tripulantes, vai assegurar que os passageiros chegam aos seus destinos, seja em voos da empresa ou no de companhias parceiras.

A empresa também vai fazer wet leasing (empréstimo de avião e tripulação) com outras empresas para manter seus voos. Desta vez, a BA considera utilizar aeronaves A320 e A321 e tripulação da Qatar Airways.

A proposta alarmou o sindicato Unite, que classifica a Qatar como uma empresa que tem “requisitos de descanso e limite de tempo de trabalho inferiores para a tripulação” e que a aérea árabe teria que se adequar à legislação europeia para poder ser utilizada pela British.

A aérea inglesa afirmou que não especificou quais aviões irá utilizar, e que estão “olhando para todas as opções possíveis”. A Qatar também é membro da aliança Oneworld e o maior acionista da holding da BA, o International Airlines Group (IAG), com 20,01% das ações.

Devido a problemas diplomáticos com a Arábia Saudita, Emirados Árabes, Bahrein e Egito, a Qatar tem aeronaves paradas no momento.

 

 

 

Fonte: PANROTAS - 28/06/2017 10:24

 
 
20/04/2017

O Intercontinental Hotels Group (IHG) reportou um vazamento de dados dos cartões de pagamento de seus hóspedes em hotéis nos Estados Unidos durante o quarto trimestre de 2016, de acordo com informações do site Travel Weekly.

Segundo a rede, mais de 1,5 mil hotéis podem ter sido afetados – quase um terço das 3,6 mil franquias do grupo nas Américas. A maior marca da IHG, o Holiday Inn Express, foi a que teve mais unidades prejudicadas: 771.

Na violação, que aconteceu entre 29 de setembro e 29 de dezembro, o malware rastreou nomes dos titulares, números, datas de validade e códigos internos de verificação dos cartões. Após o ocorrido, a IHG contratou uma empresa de segurança cibernética para investigar a fraude e contatou autoridades policiais.

A companhia solicita que os clientes revisem seus extratos bancários e denunciem encargos não autorizados aos emissores de cartões.


Fonte: Travel Weekly | Panrotas

 

 
 
09/08/2016

Em razão da perda de energia em seu sistema operacional, a Delta Air Lines cancelou hoje mais de 250 voos. A companhia aérea informou, via comunicado, que tem trabalhado para retomar o serviço e o trabalho de equipe, aeronave e demais elementos. O problema ocorreu ontem (8) e a empresa norte-americana cortou mais de mil serviços.

Nos aeroportos do país, dezenas de passageiros ficaram à espera de seu voo e protestaram via redes sociais. O porta-voz da Delta, Dave Holtz, afirma que a retomada dos sistemas tem sido feita em “modo de recuperação”.

A transportadora informou, ainda, que irá oferecer vouchers de US$ 200 para todos os clientes que sofreram atrasos de mais de três horas ou tiveram seus voos cancelados em razão da falha. A companhia distribui os cupons nos serviços da Delta e Delta Connection.

Os voos para o Brasil, porém, estão disponíveis para reserva no site da aérea. Aparentemente, as rotas que conectam Estados Unidos ao País não foram afetadas nesse segundo dia de cancelamentos, causando transtornos nos trechos domésticos.

 

Fonte: PANROTAS - 09/08/2016

 
 
08/08/2016

Medida começou hoje (8); voos de madrugada serão autorizados. Suspensão é para não atrapalhar provas de vela na Baía de Guanabara.

A partir desta segunda-feira (8), o aeroporto Santos Dumont, na região central do Rio, vai ficar fechado das 12h40 às 17h10. A medida vale até 18 de agosto e se deve às competições de vela na Baía de Guanabara.

Para compensar a suspensão, o horário de funcionamento do aeroporto será ampliado, com autorização de pousos e decolagens de aviação executiva e táxi-aéreo também de madrugada, entre 23h e 5h59. As informações são da Aeronáutica.

Normalmente, o funcionamento de voos comerciais no Santos Dumont vai das 6h às 23h. Agora, ele passa a se encerrar às 23h59. A Secretaria de Aviação Civil informa que, apesar da suspensão de voos à tarde, a medida aumenta o número de voos comerciais em 34.

Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/olimpiadas/rio2016/noticia/2016/08/aeroporto-santos-dumont-no-rio-ficara-fechado-2h30-por-dia-ate-dia-18.html

 

 
 

« VOLTAR   1 2 3 4 5   AVANÇAR »
 
     
 
 Rua Teopompo de Vasconcelos, 421 - Vila Adyana - São José dos Campos /SP   (12) 2136-7623
 
 
Todos os direitos reservados - magictour viagens e turismo